post

Conheça seu perfil e potencialize a sua produtividade

Uma das habilidades mais buscadas pelas empresas hoje em dia é a produtividade. Um funcionário que sabe como utilizar o poder do foco, que sabe administrar seu tempo e executa as tarefas em menor tempo e com qualidade é bem visto no mercado. A priorização das atividades e a concentração em realiza-las é sinal de eficiência e tende a impactar positivamente nos resultados da empresa. Por isso o grande interesse pelo tema nos dias de hoje.

E diante das características de cada profissional, chegou-se a estabelecer tipos diferentes de produtividade. Segundo a escritora Carson Tate, é importante identificar o estilo de cada pessoa para que haja uma abordagem que possibilite uma melhora em seu desempenho. Dentro disso, o importante é atuar sincronizado com suas próprias inclinações, o que potencializará seu foco e sua eficiência no rendimento de determinada tarefa.

Veja também nosso artigo sobre os benefícios da psicologia infantil.

Confira a seguir os quatro estilos de produtividade e veja em qual você se encaixa:

– Perfil Priorizador                    

É aquele que, em busca de maior eficiência, mantém o foco o tempo que for para executar certas tarefas e atingir os objetivos traçados. Normalmente é conhecido no escritório por sua competitividade e energia, embora possa ser também um pouco rígido e controlador. Ele pode contribuir para o time com uma boa análise de dados, busca soluções lógicas para os problemas e é orientado a metas com determinação e consistência.

– Perfil Planejador

Este tem foco direcionado ao planejamento de cada detalhe de um projeto. De tal maneira que ele é um tanto quanto resistente a mudança de planos. Conhecido também por elaborar listas de afazeres e por definir planos de ação e calendários de atividades. Pode ajudar a equipe ao orientá-la para uma ação prática, ao mesmo tempo que é perito em localizar falhas em processos ou planos. É muito bom também em organização e manutenção de dados. Esse perfil também é muito eficaz e não tomar decisões precipitadas, que podem prejudicar seus planos, projetos e até mesmo sua vida pessoal.

produtividade

– Perfil Arranjador

Este perfil tem sua base no pensamento expressivo e emocional. Comunicador nato, adora histórias, contato visual e tem facilidade em reuniões de projeto. Um verdadeiro parceiro dentro do time, colabora com todos e não gosta de quem não possui esse toque pessoal ou que só lida com dados. O arranjador possibilita uma maior interação entre o time e é bom em persuasão e na venda de ideias.

– Perfil Visualizador

O visualizador prospera quando está sob pressão e se entendia quando não está participando de vários projetos. Intuitivo e sintetizador, sua espontaneidade e impulsividade podem ajudar a encontrar grandes ideias, mas também podem atrapalhar em algum momento o desenrolar de algum plano. Esse perfil é criativo para resolver problemas e também consegue reconhecer novas oportunidades, olhando sempre para frente.

Veja também esse vídeo com dicas de produtividade.

Reflita e veja em qual estilo você se encaixa

Após a leitura desses quatro estilos, você poderá fazer uma reflexão interna em busca daquilo que se encaixa a sua personalidade.

Essa atitude é benéfica pois, ao realizar uma autoanálise do seu perfil e entender como você age, perceberá que a produtividade é mais fácil de ser conseguida.

Veja também nosso artigo sobre Como conquistar uma super saúde.

Boa reflexão e sucesso.

Como a Psicologia Infantil Pode Ajudar no Bem-Estar de Seu Filho

É muito comum associar a infância como um período de muitas alegrias, bem-estar, recheado de brincadeiras e marcado pela ausência de problemas.

No entanto, este estereótipo nem sempre tem contato com a realidade, pois as crianças também sofrem com problemas do cotidiano, como mau desempenho escolar ou dificuldades para fazer amigos ou mesmo ser alvo de brincadeiras maldosas e de bullying.

Nesse caso, é importante contar com um profissional que atue na área da psicologia infantil e que poderá detectar as questões que afligem os pequenos e poderá ajudar a superar os conflitos e fazê-los reencontrar a felicidade.

psicologia-para-criancas

Enquanto os adultos possuem maior estabilidade emocional para lidar com certos problemas, as crianças estão no meio do processo de crescimento, experimentando mudanças frequentes, o que impõe um apoio constante dos adultos.

Elas são mais vulneráveis diante de situações difíceis e traumáticas, como brigas repetidas entre os pais, que podem gerar o divórcio, bastante traumático para uma criança, além de problemas financeiros na família ou morte de algum familiar.

Tais situações podem desencadear na criança muita raiva ou uma tristeza profunda, que poderá ser resolvido apenas com ajuda profissional.

A psicologia infantil parte do princípio de que todo mal-estar emocional tem uma causa e que é vital identificá-la para saber como combatê-la. E a busca de uma ajuda profissional é necessária: o quanto antes você levar seu filho a um psicólogo infantil, mais rápido ele poderá se livrar do que lhe faz mal.

Participação dos pais é vital para o sucesso do tratamento

Nesse processo também é essencial a participação dos pais, que devem estar mais próximos dos filhos, cuidar deles e orientá-los. Manter uma relação saudável com eles poderá contribuir inclusive para perceber mudança de humor ou comportamento fora do habitual ou mesmo conhecer algum episódio que provocou mudanças na criança.

mae-e-filho-vida-saudavel-com-tramento-psicologico

E essa participação é fundamental durante o tratamento, pois o desenvolvimento da criança está ligado intrinsecamente aos pais, que devem prestar o suporte adequado. Eles devem estar comprometidos não apenas durante as sessões, mas também estarem abertos ao terapeuta.

Eles precisam observar a criança no dia a dia, participar ainda mais e aceitar as transformações, buscando sempre o objetivo de vê-la bem.

O importante no acompanhamento é oportunizar autonomia à criança, para que ela consiga se desenvolver e superar suas questões internas, ao mesmo tempo em que adquira e reconheça suas habilidades. O que não quer dizer que ela deve fazer o que quiser, nada disso.

Durante essa construção em conjunto com o psicólogo infantil, a criança terá justamente como referência os próprios pais.

Mas não somente aí, eles seguirão sendo espelho dos filhos durante toda a sua formação. Ou seja, as ações que ele toma ou deixa de tomar tem muito a influência do que ele vê em casa e continuarão tendo após o tratamento.

Por isso é tão importante a participação ativa e de coração aberto dos pais na terapia e no dia a dia dos filhos.

Beijos,

Viviane – InnovaCareWellness